Crôa do Goré e Ilha dos Namorados: bancos do paraíso em Aracaju

Publicado em: 05/01/2017     Imprimir artigo

Da Redação

croa-do-gore-qually-turA capital sergipana guarda belezas incomparáveis em seus rincões. Não é difícil encontrar pedacinhos de paraíso escondidos em Aracaju, mas é preciso prestar bastante atenção. É o que acontece quando se faz um passeio pelos rios que cortam a capital.

O rio Vaza Barris é um dos principais que abastecem a Grande Aracaju e também o caminho certo para chegar ao encantamento com as maravilhas que circundam Aracaju. O catamarã – embarcação especial usada para cruzar as águas tranquilas do rio – sai da Orla Pôr-do-Sol, sempre na maré baixa. Só com a maré baixa é possível aguçar os olhos e encantá-los com as belezas dos manguezais que margeiam o rio.

Após cerca de 20 minutos de trajeto, faz-se a primeira parada na Croa do Goré. O local tem esse nome por ser um pequeno banco de areia suspenso no meio do rio (daí o nome ‘croa”), habitat de um tipo de crustáceo parecido com caranguejo (o goré). No local, existe um bar onde as mesas foram alocadas dentro da água e você pode apreciar deliciosos petiscos, como caranguejo, relaxando nas águas mornas do rio.

O passeio segue até a Ilha dos Namorados, outra croa no meio do rio Vaza Barris. Ali, o clima de romance toma conta do lugar. Diz a lenda que um casal de namorados parou ali para curtir bons momentos, mas esqueceram de ancorar corretamente o barco e só foram resgatados dias depois por pescadores. Daí o nome da ilha.

Na Ilha dos Namorados é possível jogar uma partida de vôlei de praia, peteca ou frescobol. Além de saborear deliciosos petiscos no bar instalado na ilha, ou simplesmente relaxar dentro das redes colocadas dentro da água.

Um passeio que faz você ter uma visão bem diferenciada de Aracaju. Vale a pena conferir!

 

CompartilharShare on Facebook0Share on Google+0Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn0

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *








© 2016 Instituto Vegas de Pesquisa de Opinião Pública EIRELI. Todos os direitos reservados.