Capital Destaques

INSTITUTO VEGAS

Nenhum Comentário
20/12/2017
Capital Destaques

INSTITUTO VEGAS

Nenhum Comentário
20/12/2017
Destaques

CONVITE MEU DIA DE CUIDADO

Nenhum Comentário
27/10/2017

Em entrevista, governador fala sobre investimentos em Socorro e no Sertão

Publicado em: 02/12/2016     Imprimir artigo

693a1bfcc1dc826de9fade00f3a558eaEm entrevista para a rádio Xodó FM, o governador Jackson Barreto destacou, na tarde desta quinta-feira, 1º, os investimentos realizados em Nossa Senhora do Socorro e em municípios do Sertão sergipano. Além disso, ele falou sobre atração de empresas, incluindo a instalação da termoelétrica Porto de Sergipe I, na Barra dos Coqueiros, as obras realizadas com recursos do Programa de Apoio ao Investimento dos Estados (Proinveste), e ainda a implementação de planos de negócios através do projeto Dom Távora.

Em Socorro, foram investidos R$ 200 milhões em obras, segundo Jackson. Foram intervenções na recuperação da malha viária, reforma de escolas, construção da Orla do São Braz e esgotamento sanitário do Parque dos Faróis, sendo mais de R$ 30 milhões apenas desta obra. No conjunto Jardim, em setembro deste ano, foi inaugurada a Escola Governador Seixas Dória, que recebeu R$ 8 milhões de investimento. Para quem circula pela região do Calumbi, a obra de mobilidade, através de colocação de asfalto, proporcionou, também, fomento do Turismo. Já na região do Marcos Freire II, a população recebeu uma Clínica de Saúde. Ainda neste setor, houve reforma e ampliação do Hospital Regional de Socorro, de modo a proporcionar melhor atendimento de saúde na região.

“Se as pessoas pararem para analisar o que governo fez em Socorro, ficarão impressionadas com o volume de investimentos. Existem as obras do Distrito Industrial, com abertura de avenidas, com o intuito de chamar novas empresas e gerar emprego para nosso povo, além da construção de galpões industriais. Há, ainda, a pavimentação asfáltica no Marcos Freire. O Governo do Estado fez e continua fazendo obras que proporcionam qualidade de vida e melhorias nas áreas da Educação, Saúde e lazer para a população do município. Quando nós construímos essas obras, as vivenciamos e fazemos com o coração, pensando nas pessoas”, afirmou o governador, acrescentando que ainda há mais a ser feito em Socorro.

Na área de habitação popular, Jackson citou, durante a entrevista, que proporcionou que as pessoas que moravam debaixo de ponte, fossem morar em casas. Ao todo, foram entregues 600 residências no Conjunto Neuzice Barreto. “As famílias moravam em favela, e não tinha como olhar para a situação delas e não me emocionar e não tocar o coração. Tiramos esse povo debaixo da ponte e botamos para morar em lugar com drenagem, pavimentação, água e luz. É assim que se cuida das pessoas”, ressaltou.

Sertão

Para a região do Sertão, Jackson Barreto disse que também há grande atuação do governo. Apenas em Glória, a bacia leiteira sergipana, está em construção uma quadra coberta de esportes, e há pavimentação de bairros. Outro tipo de obra é a recuperação de escolas, a exemplo do Colégio Estadual Cícero Bezerra, que tem mais de 50 anos de fundação. “O povo sabe e tem consciência que foi feito muito, não apenas no meu governo, como também no de Déda”, pontuou o governador.

A rodovia que ligará a sede do município de Nossa Senhora de Lourdes ao povoado Escurial, às margens do rio São Francisco, foi citada durante a entrevista de Jackson Barreto. Esta obra corresponde a investimento de quase R$ 10 milhões e tem o objetivo de fortalecer o Turismo da região. “Prometi à população dos povoados Lagoa da Volta e Linda França a rodovia ligando a Porto da Folha. Essas são obras que fazemos e sabemos que vão mudar a fisionomia da região”, disse o governador.00748be8f26ec2ce8b98737d35778e5d

A questão da seca, em Sergipe, é uma das preocupações de Jackson. Durante a entrevista na rádio Xodó, o governador disse que conversou com o ministro da Integração para melhorar a oferta de água para a população do Sertão. “Temos 21 municípios (cerca de 281 mil pessoas) que decretaram situação de emergência. Desses, apenas 11 estão sendo atendidos pelo fornecimento de carro pipa. Esse é o momento mais difícil da historia do Sertão e da seca, e estamos sofrendo há mais de quatro anos. Praticamente Sergipe perdeu quase toda sua produção de grãos. Durante este ano, a previsão do IBGE é que fossem produzidas 170 mil toneladas de milho, sendo que, em anos anteriores, esperava-se 495 mil toneladas. O milho fez libertação do Sertão, criou condições de melhorar vida da população de vários municípios. O governo precisa se debruçar sobre essa questão”.

Jackson afirmou que conversou nesta quarta, 30, com o ministro da Agricultura, Blairo Maggi, pois há na Companhia de Nacional de Abastecimento (Conab), em Itabaiana, estoque de 738 mil toneladas de milho armazenadas, que pode ser levado e distribuído para os pequenos agricultores do Semiárido. “O gado está se acabando. É preciso que o Governo Federal tome essa providência. Pode parecer para o homem do Sertão que o governador não está preocupado. Mas estou em busca de ajuda e o Estado tem dado sua contribuição, mesmo sem condições financeiras. Não podemos abandonar a população”, disse, complementando que está aguardando a posição sobre o assunto do secretário da área agrícola do Ministério da Agricultura.

Investimentos

A construção da termoelétrica Porto de Sergipe I foi um dos pontos abordados por Jackson. São R$ 5 bilhões destinados à instalação. “O mercado nacional está de boca aberta com esse investimento. A GG Power já fez convênio com a General Eletric, maior empresa de fornecimento de turbinas, para a termoelétrica. E a GG Power comprou o terreno do Estado, na Barra dos Coqueiros, e já efetuou o pagamento. Apesar da crise, conseguimos que investimentos cheguem em Sergipe”, pontuou o governador.

Jackson anunciou que, com relação à vinda de empreendimentos a Sergipe, existe uma empresa de Minas Gerais, parecida com a Yazaki, que fornece equipamentos para indústria automobilística, com interesse em instalar-se no estado. A ideia é que a construção seja próxima dos municípios de Santa Rosa de Lima, Divina Pastora e Riachuelo, com o objetivo de resolver a questão de desemprego na região.

Proinveste

Na parte de infraestrutura, o governador destacou que há três obras importantes e custeadas pelo Proinveste. Uma delas é a rodovia que liga Japoatã a Propriá, que já está com a terraplanagem concluída. Outra é a de Itaporanga a Itabaiana, que vai diminuir o trânsito e fortalecer a economia da região. “Itabaiana é região altamente produtora e, pela Rota do Agreste passarão caminhões com destino ao sul do estado e Aracaju”, acrescentou.

Outros investimentos do Governo do Estado, por meio do Proinveste, são a construção de escola profissionalizante em Nossa Senhora das Dores e de rodovia entre este município e Feira Nova. “Temos equipamentos da área de saúde e segurança, além dos perímetros irrigados, como o Califórnia, por exemplo, no qual as bombas estão sendo substituídas”.

Dom Távora

Com o objetivo de subsidiar algumas iniciativas no interior de Sergipe, Jackson comentou que o governo promove a viabilização de planos de negócios por meio do projeto Dom Távora. “É uma iniciativa que vem para ajudar a cuidar da nossa gente. Estou para levar para Simão Dias uma fábrica de ração alternativa, através de R$ 333 mil. Há também plano para ovinos, em Tobias Barreto. Para Poço Verde há projeto direcionado para o setor de aves. Em Carira, no assentamento Luiz Carlos Prestes, acertei para ir segunda, 05, para ver projeto de engorda de bovinos. O governo vai liberar R$ 230 mil para os assentados cuidarem do projeto. Esses planos são uma forma de ajudar as pessoas mais carentes do interior. São cidadãos com capacidade de trabalho e de desenvolvimento e só precisam de oportunidade”, finalizou.

CompartilharShare on Facebook0Share on Google+0Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn0

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Capital Destaques

INSTITUTO VEGAS

Nenhum Comentário
20/12/2017







© 2016 Instituto Vegas de Pesquisa de Opinião Pública EIRELI. Todos os direitos reservados.