Capital Destaques

INSTITUTO VEGAS

Nenhum Comentário
20/12/2017
Capital Destaques

INSTITUTO VEGAS

Nenhum Comentário
20/12/2017
Destaques

CONVITE MEU DIA DE CUIDADO

Nenhum Comentário
27/10/2017

“O que você faria se soubesse que não vai falhar?”

Publicado em: 22/03/2017     Imprimir artigo

Por Giomara Basso*

Hoje venho falar sobre uma ciência de poder extraordinário em nossa vida: a programação neurolinguistica, ou, PNL. A PNL tem certas máximas, duas das quais são:

“Se você sempre faz a mesma coisa, vai obter sempre o mesmo resultado!”
“Se o que você está fazendo não está dando certo – faça algo diferente.”

E talvez você poderia me perguntar: “Sim, mas como”?

Ao contrário de outras abordagens que dizem O QUE você precisa fazer, a PNL é a tecnologia do COMO. Ela diz e mostra COMO alcançar o que você quer e COMO se tornar aquela pessoa que alcança as metas que você quer. Desta maneira você poderá a qualquer momento obter o sucesso pessoal que tanto quer! Com a PNL nós podemos escolher o que queremos mudar, e como queremos fazer essa mudança.

 

O INÍCIO

No início de 1970, enquanto Tom Peters estudava a excelência nas organizações e procurava as estratégias vencedoras, um linguista, John Grinder, e um matemático, Richard Bandler, estudavam as pessoas que eram excelentes comunicadores e peritos em mudança pessoal.

“Qual é a diferença entre alguém que é apenas competente e alguém que se distingue na mesma habilidade”? era a pergunta feita por Grinder e Bandler. As respostas produziram a PNL: A Ciência da Excelência… A Arte da Mudança.

 

ANTHONY ROBBINS

Mais e mais pessoas estão começando a perceber o impacto que a PNL pode fazer na sua vida. Por exemplo, o principal treinador de performance, Anthony Robbins diz: “Eu acho que uma pessoa especial, admirada por todos, foi o cavalheiro chamado Dr. John Grinder, que criou a ciência da mudança, e que foi chamada de programação neurolinguística. Foi uma das coisas que me deu a minha vantagem competitiva. Eu acho que a vantagem número um é a tecnologia da mudança”.

Outros, também, reconheceram o poder da PNL. A revista Time informa: “A PNL tem potencial armazenado para o tratamento de problemas individuais e se tornou o programa e a tecnologia para o autoaperfeiçoamento em todos os sentidos.”

 

O QUE É PNL?

PNL significa Programação Neurolinguística e inclui os três componentes mais influentes envolvidos em produzir experiência humana: a neurologia, a linguagem e o padrão.

Nós estamos em contato com o mundo exterior através dos nossos cinco sentidos: visão, audição, tato, olfato e paladar. A nossa neurologia recebe estímulos externos e os representa para nós com um conjunto combinado de “representações internas”. Essas formam a nossa experiência subjetiva. O nosso mundo interno é feito de imagens que nós enxergamos no nosso olho da “mente”. São as conversas, diálogos e debates que temos com nós mesmos no pensamento. São as nossas sensações e emoções sobre as quais estamos acostumados a pensar que não temos nenhum controle.

Um ponto importante a perceber é que a nossa experiência é criada pela combinação dessas representações internas que formam padrões ou “programas” que se repetem. Esses padrões (ou hábitos) ocorrem repetidas vezes a não ser que sejam interrompidos ou redirecionados. É como um disco que toca a mesma canção a menos que você grave outra.

 

Quer experimentar o gosto da PNL agora?

Tente uma pequena experiência. Olhe para cima, para o teto ou o céu, sorria, levante seus braços e… tente ficar deprimido!

Agora, baixe sua cabeça e olhe para baixo a sua direita, curve seus ombros e tente ficar alegre. Difícil, não é?

Que estado da mente você prefere? Você pode escolher qual experimentar, agora e a qualquer hora. E também não precisa passar o dia todo olhando para o teto.

Escolha o estado que quer sentir. Ao reviver com força a ocasião em que experimentou essas sensações, você será capaz de ter agora este estado. Tenha certeza que você realmente está na situação: veja o que você via… ouça o que você ouvia lá e…sinta o que você sentiu… Segure isto por um minuto e AGORA, ele é seu!

Obviamente precisa mais para estar no controle dos seus estados internos e maneiras de reagir do que esse simples exercício. Contudo, ele demonstra a extensão da autodeterminação que poucos já conseguiram experimentar.

 

E SE VOCÊ PUDESSE?

Aqui temos outro exercício para tentar.

Cada vez que você pegar alguém dizendo “Eu não posso…” tente dizer “E se você pudesse?” Perceba como ele TEM que se imaginar fazendo exatamente o que ele disse que não podia! Naturalmente, você também pode sempre se fazer a mesma pergunta…!

A PNL no desenvolvimento pessoal se foca no que você quer, como você quer ser, e como descobrir os recursos e atributos você já tem para ajudá–lo a fazer as mudanças. A PNL oferece uma abordagem radicalmente diferente da psicoterapia tradicional e métodos de aconselhamento que tendem a se focar mais no problema e nas causas do que na solução.

 

E PARA FINALIZAR…

Existem muitas técnicas diferentes da PNL que você pode usar para se aperfeiçoar e aos outros. Você pode controlar e escolher a sua vida de uma maneira que você só sonhou, antes da PNL. E esse artigo é somente uma amostra do que é possível.

A PNL pode capacitá-lo a realizar aquelas metas profissionais e pessoais que você deseja, para mantê-lo atualizado na última tecnologia de mudança, para gerenciar sua própria vida, e para você ter a excelência e as habilidades de qualquer um que você já tiver admirado.

Como Anthony Robbins gosta muito de dizer “O que você faria se soubesse que não vai falhar?”.

Giomara Basso é Mestre em Administração e Gestão de Pessoas, especialista em Pessoas e em Liderança e Coaching, Coach Integral Sistêmico, Consultora de Recursos Humanos e de Carreira, Sócia Diretora da BSC Coaching.

CompartilharShare on Facebook0Share on Google+0Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn0

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Capital Destaques

INSTITUTO VEGAS

Nenhum Comentário
20/12/2017







© 2016 Instituto Vegas de Pesquisa de Opinião Pública EIRELI. Todos os direitos reservados.