“Pintando o 7 Tenta” promove acolhimento e interação entre os pacientes do Ipesaúde

Publicado em: 14/11/2016     Imprimir artigo

ipesaudeHá quase um ano, perto do Natal, a funcionária pública Zenaide Batista, de 75 anos, sofreu um acidente vascular cerebral. Era preciso recomeçar, reaprender a se movimentar, recuperar cada passo e cada gesto. Usuária do Ipesaúde, ela contou com a estrutura do Centro de Reabilitação Maria Virgínia Leite Franco, que chega a atender mais de cinco mil pessoas por mês para voltar a se locomover como antes. “ Eu não mexia o pescoço, mal ficava em pé e hoje, quase um ano depois digo a todo mundo o quanto eu estou melhor”, comemora. O trabalho de reabilitação foi fundamental para essa recuperação de Dona Zenaide, que continua com dificuldades de movimentação no lado esquerdo. Muitos pacientes, como ela, acabam desistindo de seguir o tratamento, diante de uma nova rotina que exige, esforço, foco, dedicação e muita paciência. Por isso, foi criado no Centro, o Projeto “ Pintando o 70”. “ A gente começou a perceber, através dos relatos de nossos pacientes que eles estavam querendo algo a mais do que vinham recebendo. A reabilitação tem seu prazo definido. Como muitos são idosos e, por vezes, ociosos, a gente buscou uma alternativa para oferecer uma atividade extra, que busca ao mesmo tempo, integração, despertar de talentos e auxiliar no processo de reabilitação”, explicou a gerente da unidade, Márcia Fonseca.

O projeto foi implantado nesta quarta feira, dia 09, e as atividades escolhidas foram pintura livre e um descanso de prato feito com palito de picolé. O “ Pintando o 7 tenta” será realizado todas as quartas feiras, a partir das 15 horas, sem perder o foco do tratamento e das dificuldades que eles enfrentam nos processos de reabilitação “ O objetivo é fazer atividades que auxiliem na terapia e desenvolva alguma habilidade que eles estejam sentindo dificuldades para realizar, por exemplo, esse primeiro grupo de 16 pessoas que participou, nós focamos em trabalhos manuais, para aqueles que estão com problemas em fazer atividades com as mãos, alguns deles, têm sequelas de acidente vascular cerebral que causa esse problema”, explicou a fisioterapeuta Danielle Louise de Jesus.

A terapeuta ocupacional Kamila Reis explica que “ o primeiro grupo que participou desse projeto é de idosos, mas estaremos atendendo todos os pacientes do Ipesaúde e vamos buscar, através dos relatos dos fisioterapeutas, fonoaudiólogos e psicólogos, trazer atividades que auxiliem a todos dentro do coletivo, mas de maneira individual. Afinal o projeto foi e é pensado para o bem desses pacientes, para eles “tentarem”, daí o nome,“ Pintando o 7 tenta” ”.

A tarde “ diferente”, para Dona Zenaide, foi muito especial. “ Atividades assim, além de ajudar no nosso tratamento, são ótimas para a cabeça da gente. Eu mesma fico pensando o tempo todo no problema , na dificuldade, mas ontem eu brinquei, sorri, fiz o artesanato e até dancei, viu? balancei bem o esqueleto( risos)!! Olha, na próxima quarta, eu venho de novo”, comemorou.

Centro de Reabilitação Maria Virgínia Leite Franco- O Centro de Reabilitação Maria Virgínia Leite Franco é equipado com modernos equipamentos permitindo os diversos tratamentos fisioterápicos, uma moderna academia, voltada ao condicionamento físico e fase final de reabilitação do paciente, similar aos mais avançados centros de reabilitação do país. Com foco na plena recuperação do paciente, o serviço conta com profissionais em diversas especialidades da Fisioterapia, Fonoaudiologia, Terapia Ocupacional, Educação Física e Neuropediatria. Os profissionais atuam no tratamento ortopédico, neurológico, reabilitação do trato urinário, RPG e condicionamento físico para reabilitação de pacientes adultos e pediátricos. O atendimento está disponível de segunda a sexta-feira, das 7 às 17h30.

Endereço

Rua Dom José Thomaz, 339, bairro São José Telefone: (79) 3214-3702

CompartilharShare on Facebook0Share on Google+0Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn0

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Capital

REVISTA DOS BAIRROS-SANTO ANTÔNIO

Nenhum Comentário
17/10/2017
">
Gastronomia

Um oásis no sertão

Nenhum Comentário
04/10/2017







© 2016 Instituto Vegas de Pesquisa de Opinião Pública EIRELI. Todos os direitos reservados.