Destaques

CONVITE MEU DIA DE CUIDADO

Nenhum Comentário
27/10/2017
Destaques

CONVITE MEU DIA DE CUIDADO

Nenhum Comentário
27/10/2017

Sarapatel: uma delícia tipicamente nordestina

Publicado em: 05/09/2016     Imprimir artigo

sarapatelSarapatel é uma designação comum de diversas iguarias preparadas com vísceras de porco, cabrito ou borrego. Nascido no Alto Alentejo, em Portugal, o sarapatel foi adaptado no Brasil e na culinária indo-portuguesa de Goa, Damão e Diu, outrora pertencentes ao Estado Português da Índia.

No Brasil, o sarapatel é um alimento típico da culinária nordestina, mais comum nos estados de Alagoas, Pernambuco, Bahia, Rio Grande do Norte, Ceará e Piauí. Em Pernambuco, é feito com tripas e outras vísceras de porco, além do sangue coalhado e cortado em pedaços.

Uma das características da iguaria é seu teor de gordura, bastante acentuado por causa da presença de pedaços de toucinho e da tripa. Durante o cozimento acrescenta-se hortelã e uma ou duas grandes pimentas-de-cheiro, inteiras. Serve-se o prato acompanhado de farinha ou de arroz. No Ceará, assim como em Alagoas, normalmente não se coloca tripa e a hortelã é substituída pela folha de louro. No Piauí, é preparado a partir da chamada “fressura” (conjunto de traqueia, pulmão, rins e fígado) de carneiro ou bode.

Em Sergipe, o sarapatel é uma mistura das receitas da Bahia e de Alagoas. Vamos ao preparo.

Ingredientes:

  • 2 quilos de sarapatel (toucinho, língua, fígado, coração e sangue de porco)
  • 5 dentes de alho
  • 4 tomates
  • 3 cebolas grandes
  • 1 pimentão
  • 3 folhas de louro
  • 4 colheres de sopa de vinagre
  • ½ xícara de óleo (pode-se utilizar banha de porco)
  • limões, coentro, cebolinha, sal, pimenta do reino e de cheiro a vontade

Modo de Preparo

  1. Reserve um pouco do sangue. Lave as partes do porco com limão. Depois escalde em água fervente;
  2. Após isso, corte as partes em cubos e tempere com o louro, as cebolas picadas, tomates picados, pimentão picado em tiras finas, alho, vinagre, cebolinha, coentro e as pimentas, adicione uma parte do sangue;
  3. Coloque o óleo no fogo e adicione o sarapatel. Deixe bem refogado (no mínimo 15 minutos);
  4. Insira água aos poucos até que a mistura fique cozida (deixe por no mínimo 30 minutos);
  5. Pegue o restante do sangue e adicione ao sarapatel. Deixe cozinhar e depois sirva.

 

CompartilharShare on Facebook0Share on Google+0Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn0

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Destaques

CONVITE MEU DIA DE CUIDADO

Nenhum Comentário
27/10/2017







© 2016 Instituto Vegas de Pesquisa de Opinião Pública EIRELI. Todos os direitos reservados.