Destaques

CONVITE MEU DIA DE CUIDADO

Nenhum Comentário
27/10/2017
Destaques

CONVITE MEU DIA DE CUIDADO

Nenhum Comentário
27/10/2017

Semarh e Pelotão Ambiental discutem renovação de Termo de Cooperação para fiscalização dos recursos hídricos

Publicado em: 10/02/2017     Imprimir artigo

Na manhã da última quarta-feira, 8, o secretário de Estado do Meio Ambiente e dos Recursos Hídricos (Semarh), Olivier Chagas, se reuniu com o comandante do Policiamento Militar de Aracaju, tenente coronel Vivaldy Cabral. O encontro aconteceu no Quartel do Comando Geral, no Centro da capital, e objetivou articular a renovação do Termo de Cooperação com o Pelotão Ambiental da Polícia Militar, o qual auxilia a Semarh em ações de fiscalização de poços artesianos e mananciais outorgados, ajudando a combater o uso indevido de água, elemento cada vez mais escasso em virtude do longo período de estiagem.

Para Olivier, a polícia tem feito um trabalho de fiscalização fundamental. “O papel do Pelotão é crucial na proteção do meio ambiente e a Semarh faz questão de renovar o Termo de Cooperação. Defendo a parceria e quero reiterar, ao comandante Vivaldy, a nossa disponibilidade para o que for preciso. As portas da secretaria estão abertas”, destacou.

Cortês, o comandante garantiu que a cooperação será mantida. “Vamos fazer alguns ajustes e depois iremos formalizar. Nosso Comando é favorável e os trabalhos vão continuar. Esse tipo de fiscalização ambiental, na minha opinião, é vital. Estamos à disposição”.

O novo termo de cooperação, ao contrário dos anteriores, terá validade de cinco anos, como explica o superintendente de Recursos Hídricos da Semarh, Ailton Rocha, que também participou da reunião.

“O Termo de Cooperação, que terá validade de cinco anos, vai ser exclusivamente para a fiscalização dos recursos hídricos, porque as outorgas que a gente emite precisam ser averiguadas em campo para ver se os usuários estão cumprindo o estabelecido nesse instrumento de gestão. Em momentos de crise hídrica, precisamos adotar algumas medidas de restrição e a fiscalização passa a ser uma ferramenta muito importante, até porque a gente precisa do aparato policial para nos resguardar de qualquer problema de agressão pessoal. O Termo é de grande valia e vai nos ajudar muito na tarefa de fiscalizar os recursos hídricos”, reforçou Ailton.

Fotos: Edinaldo Nascimento

CompartilharShare on Facebook0Share on Google+0Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn0

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Destaques

CONVITE MEU DIA DE CUIDADO

Nenhum Comentário
27/10/2017







© 2016 Instituto Vegas de Pesquisa de Opinião Pública EIRELI. Todos os direitos reservados.